Os Arquétipos na Psicologia Analítica


Arquétipo (grego arché, antigo) é o primeiro modelo de alguma coisa.

Os arquétipos na Psicologia Analítica significam a forma imaterial à qual os fenômenos psíquicos tendem a se moldar.

Os arquétipos na Psicologia Analítica
Os arquétipos na Psicologia Analítica

Carl Gustav Jung usou o termo para se referir aos modelos inatos que servem de matriz para o desenvolvimento da psique.

Podemos entender os arquétipos como protótipos do conteúdo psíquico.

Os arquétipos foram originados através das impressões superpostas de vivências da raça humana em incontáveis vezes no transcorrer da sua evolução e história.

São vivências, por exemplo, como o contato com os fenômenos naturais, o surgimento do sol, experiências com a mãe, encontros do homem com a mulher, travessia de rios e mares, etc.

Do mesmo modo que o homem atual herdou toda uma evolução biológica, Jung postula que, também, o homem herdou uma evolução psíquica.

Jung nos indica que, assim como herdou instintos, também herdou tendências psíquicas.

A existência de uma base psíquica possibilita a compreensão do por que temas similares aparecem em lugares e épocas diferentes nos mitos, contos de fada, ritos religiosos, arte, etc..

As figuras que aparecem nos temas similares são representações dos arquétipos.

Os arquétipos na Psicologia Analítica

O que são arquétipos  na Psicologia Analítica?


Arquétipos são, portanto, os componentes estruturais do inconsciente coletivo.

São ideias ou formas de pensamento que criam imagens ou visões que são as representações arquetípicas, havendo assim um determinante de predisposição interna para perceber o mundo de certa maneira e de orientar-se no mundo movido por estas forças arquetípicas.

Os arquétipos influenciam o comportamento humano.

Os principais arquétipos são:

  • Persona
  • Anima e o animus
  • Sombra
  • Self

É importante ressaltar que estes são os principais arquétipos na Psicologia Analítica, porém não os únicos, pelo contrário, são incontáveis os arquétipos e não existe uma lista definida que possa elencá-los por completo.

Outros arquétipos na Psicologia Analítica, a título de exemplos, são: o herói, a grande mãe, o demônio, a morte, o velho sábio, entre tantos outros.

Paulo Rogério da Motta


Vídeo: O que significa Arquétipo?