O surgimento da Psicologia Analítica


O surgimento da Psicologia Analítica no Brasil e no mundo.

A história da psicologia profunda de Carl Gustav Jung.

O surgimento da Psicologia Analítica
O surgimento da Psicologia Analítica

O surgimento da Psicologia Analítica no mundo


No século XIX a psiquiatria vivia um momento de intenso investimento a partir dos estudos relacionando as doenças mentais com problemas orgânicos, como a descoberta da sífilis em casos demenciais.

Clínica psiquiátrica BurghöolzliNa clínica psiquiátrica Burghöolzli da Universidade de Zurique, Eugen Bleuler comandava as pesquisas na área de associacionismo chegando Bleuler a formular o conceito de esquizofrenia.

Em 1900, Jung tornou-se assistente da equipe de Bleuler tornando-se depois médico chefe na clínica quando organizou um laboratório de psicologia experimental onde realizou diversas experiências, principalmente sobre associações e utilizando do teste de Wundt.

jung07Jung buscava associações das palavras com os estados afetivos dos pacientes.

Jung era fortemente influenciado por Kraepelin e Wundt da escola alemã, porém não se afinava com a postura da simples catalogação de sintomas e diagnósticos, deixando em segundo plano o ser humano e sua individualidade.

Jung através de suas pesquisas comprovou experimentalmente a existência do inconsciente.

Jung também teve influência da escola francesa de Pierre Janet e Charcot.

Freud e JungEm 1900 é publicado um polêmico livro escrito por Sigmund Freud intitulado “A interpretação dos Sonhos”.

Carl Jung viu nas ideias propostas por Freud uma relação com as suas ideias.

Jung começou então se a corresponder com Freud, que a princípio Freud mostrou-se aberto a conciliar suas ideias com retificações que as aprofundassem, como mostra a seguir a primeira carta de Freud respondendo a Jung:

11 de abril de 1906, XI. Berggasse 19

Caro colega,

Muito grato pelo envio de seus Estudos de Diagnóstico de Associação, que a impaciência já me levava a adquirir. Naturalmente seu último estudo, Psicanálise e Experimentos de Associação, foi o que mais me agradou, pois nele o senhor demonstra, com base em sua própria experiência, que tudo o que já pude dizer sobre os campos ainda inexplorados de nossa disciplina é verdade. Confio em que o senhor venha a estar, muitas vezes, em condição de me apoiar, mas aceitarei também, de bom grado, quaisquer retificações de sua parte.

Atenciosamente,

Freud

A união de Freud e Jung foi bastante produtiva e em 1910 foi fundada a Associação Psicanalítica Internacional (IPA), assumindo Freud um papel de apoio a Jung, dizendo-se já velho para assumir tal empreitada e ressaltando as características de Jung para assumir a liderança da IPA e, assim, Jung foi o primeiro presidente desta.

Freud não se mostrou tão flexível quanto às retificações de suas ideias e Jung não aceitava o conceito de que a sexualidade era a causa primeira da psique e fonte de todos os traumas.

Jung rompeu com Freud em 1913, mesmo ano em que é reeleito presidente da IPA, porém renunciando ao cargo em 1914.

Jung herdou da psicanálise as descobertas do inconsciente reprimido e da formação simbólica da personalidade através das relações primárias do início da vida.

Jung então começou a desenvolver o seu próprio caminho com o desenvolvimento do que ele chamou de Psicologia Complexa ou Psicologia Analítica.

Jung buscou em outras áreas do conhecimento subsídios para desenvolvimento de seus conceitos como o seu conceito da libido através da Energia Psíquica que segue o mesmo conceito de energia do campo da física, porém Jung procurava manter uma correlação e não uma transposição, evitando uma generalização de conceitos.

Jung seguiu desenvolvendo e aprimorando seus conceitos que resultaram na Psicologia Analítica e serviram de pedra fundamental para outros ramos da psicologia científica como a Psicologia Humanista, a Psicologia Arquetípica e a Psicologia Transpessoal e fizeram dele um nome de vital importância na história da psicologia e da psiquiatria.

As escolas da psicologia junguiana

O surgimento da Psicologia Analítica no Brasil


Em 1852 foi inaugurado no Rio de Janeiro o hospício Dom Pedro II, depois denominado Hospital Nacional dos Alienados.

Este fato é considerado o marco da assistência psiquiátrica no Brasil, que depois teve em Franco da Rocha no Hospício do Juquery, em São Paulo, um dos grandes nomes da assistência psiquiátrica do Brasil.

Franco da Rocha adotou as colônias agrícolas como recurso de tratamento, procedimento avaliado como benéfico por Pinel.

Com a difusão do uso das colônias agrícolas como método de tratamento, em 1910, foi criada a Colônia do Engenho de Dentro no Rio de Janeiro e sendo a Terapia Ocupacional introduzida nesta em 1940.

Em 1954 Jung teve sua atenção voltada para o Brasil e para os métodos na Colônia do Engenho de Dentro, sendo este o momento de intersecção da Psicologia Analítica com o Brasil.

Nise da SiveiraNise da Silveira, autora do livro “Imagens do Inconsciente”, apresentava imagens produzidas no atelier de pintura do setor de terapia ocupacional do Centro Psiquiátrico Dom Pedro II, que culminou em 1952 com a fundação do Museu de Imagens Inconscientes, que também era um centro de estudos e pesquisas.

Por meio deste trabalho de Nise da Silveira foi introduzida a Psicologia Analítica de Jung no Brasil.

No livro ela traça uma referência entre as pinturas dos pacientes e temas míticos, paralelo em consonância com o trabalho de Jung que via nos desenhos de seus pacientes com mandalas a representação da totalidade do Self.

Nise da Silveira escreveu para Jung enviando fotografias de mandalas brasileiras e a carta foi respondida pela colaboradora de Jung, Aniela Jaffé que a pedido de Jung pediu maiores informações.

Em 1957 quando aconteceu o II Congresso Internacional de Psiquiatria em Zurique, Nise da Silveira apresentou a exposição “A esquizofrenia em imagens”, inaugurada por Jung.

Antes, em 14 de junho de 1957, Nise da Silveira foi recebida por Jung em sua residência , quando Jung recomendou a ela o estudo de mitologia.

Nise da Silveira estudou no Instituto C. G. Jung de abril a setembro de 1957, em Zurique, através de bolsa concedida pelo CNPq.

A Psicologia Analítica de Jung se difundiu e em 1978 foi fundada a Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica (SBPA).

E assim foi o surgimento da Psicologia Analítica no Brasil e no mundo.

A psicologia de Carl Gustav Jung mostra-se como uma psicologia totalmente afinada com inúmeras áreas do saber humano e como um campo de conhecimento com infinitas possibilidades.

A Psicologia Analítica é um legado de Jung que será ainda mais explorado e fundamentará muita coisa que ainda será descoberta pelo ser humano, pois sua psicologia carrega os as características de ser vanguardista e transcendental.


Vídeo: Quem era Jung?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.