O que é Psicossíntese?

Para se compreender o que é Psicossíntese é preciso se considerar a totalidade do ser humano.

A Psicossíntese coloca o ser humano como um ser que transcende as dualidades e busca a sua unidade essencial, seu Eu Superior.

A Psicossíntese é uma escola de psicologia criada pelo psiquiatra italiano Roberto Assagioli.

A Psicossíntese, mais do que propor a simples adaptação do ser humano ao seu contexto, foca sua atuação num método que faz o movimento de dentro para fora.

Para a Psicossíntese é a partir da essência do indivíduo que tudo se processa, por isso, a ênfase está na identidade fundamental e não na identidade social de alguém.

O que é Psicossíntese?
O que é Psicossíntese?

Mas, o que é Psicossíntese?


A Psicossíntese é uma abordagem em que psicologia e espiritualidade convergem para oferecer um caminho para o desenvolvimento do ser humano em sua totalidade.

Na Psicossíntese a espiritualidade é considerada como um aspecto da natureza humana e, portanto, tema e campo de atuação para a psicologia.

Viver na Psicossíntese é o caminho de um ser singular direcionado por suas motivações que se baseiam em seus valores internos e isto faz com que ele seja responsável pelo que faz.

Sendo assim, a sua vontade é determinante para que seja protagonista de sua própria vida e para que esta seja uma caminhada repleta de experiências carregadas de significados.

As propostas e diretrizes da Psicossíntese fazem com que a espiritualidade não seja algo ligado à religiosidade e sim, algo que diz respeito ao desenvolvimento humano.

A consequência disso é uma visão do ser humano como alguém que carrega uma natureza transpessoal, fugindo da forma camuflada de algumas escolas de psicologia que colocam o ser humano como alguém exclusiva ou preponderantemente social.

A Psicossíntese dá ao ser humano um papel em sua própria vida e também responsabilidades sociais, planetárias e espirituais.

Sua abordagem holística reforça a visão de colocar o ser humano como alguém que deve ser entendido e reconhecido em sua totalidade.

Desta forma, sua abordagem é recheada de práticas para tornar o ser humano um agente ativo e responsável.

Paulo Rogério da Motta