O que é mito?

O que é mito?

Sinônimo de mentira?

Sem dúvida que não!

O mito é uma rica fonte de sabedoria e expressa a própria natureza humana.

O que é mito

Qual a origem do mito?


Para responder o que é mito o ideal seria se falar sobre a origem do mito.

Segundo Walter Boechat, na obra: “A mitopoese da psique: mito e individuação”:

O mito se faz presente na sociedade humana desde a mais remota antiguidade. Há o aparecimento de configurações mitológicas já nas pinturas de cavernas feitas durante a idade do paleolítico.

Mas definir a data de origem do mito é impossível, porém, conceber a sua origem é possível: o mito surgiu com as capacidades de pensar e de imaginar do ser humano.

Com o pensamento surgiu a capacidade de reflexão e a curiosidade humana passou a querer entender a vida e os fenômenos da natureza e, como o pensamento humano não é capaz de responder a todos os seus questionamentos, então, cabe à imaginação conceber respostas para a inquieta mente do homem.

Com o pensamento e a imaginação o homem não mais se satisfez em fazer da vida um mero processo de sobrevivência.

O homem passou a querer entender a vida e os seus fenômenos e, desde então, passou a buscar significado para o seu viver.

A vida e os fenômenos do viver eram experimentados e apreendidos pela psique do homem que então o interpretava dando significados e transmitindo-os socialmente.

O nascedouro dos mitos?

A percepção do viver pelo ser humano.

O pensamento atua nos limites do ego e lida com o que pode ser explicado.

A imaginação transcende os limites do ego e pode lidar com o inexplicado.

Esta capacidade da imaginação de transcendência trouxe o sagrado para a vida do homem: o que transcende é sagrado por ser mais e maior do que o que pode ser delimitado pela compreensão do ego.

Esta incapacidade de sacralizar, de se espantar diante de algo e de reconhecer que existem coisas que são imensamente maiores do que o cabível nas delimitações do ego são males da sociedade moderna atual.

Hoje o homem moderno instituiu como conhecimento válido o que couber nos muros do ego.

O egocentrismo sufoca a transcendência e a ausência do sagrado banaliza o viver.

O que é mito

Mas, o que é mito?


Para responder o que é mito é preciso primeiro dizer o que não é mito!

O mito não é verdade científica.

Agora para responder o que é mito nada melhor do que as palavras daquele que foi o maior conhecedor do mito: Joseph Campbell.

Os mitos, segundo Campbell, na obra: O poder do mito:

São histórias sobre a sabedoria de vida, realmente são. O que estamos aprendendo em nossas escolas não é sabedoria de vida. Estamos aprendendo tecnologias, estamos acumulando informações.

O que é mito?

Mito é, então, uma história sobre a sabedoria da vida.

Os mitos são as verdades empiricamente simbolizadas pela psique das vivências humanas.

Mitos expressam as vivências humanas, por isso também expressam a natureza humana, e tudo o que foi vivido por nossos ancestrais tornou-se uma herança psíquica do ser humano na forma de um Inconsciente Coletivo.

Se a filosofia é a mãe de todas as ciências, a mitologia é a avó!

As primeiras especulações filosóficas tiveram como objeto os mitos, logo a mitologia é a matéria prima que deu origem à filosofia.

O pensamento racional e sistemático para análise e compreensão dos mitos cosmogônicos e de criação; os questionamentos sobre o Ser Supremo; o surgimento do ser humano e o entendimento da criação foram os questionamentos dos primeiros filósofos e são temas especulados ainda hoje pela filosofia.

Hoje o racionalismo científico prega o domínio do pensamento, porém, o homem moderno deixou de perceber que a imaginação é o maior aliado do pensamento.

O pensamento explica o que foi criado, mas é a imaginação que cria o que não foi explicado.

O que é pensamento hoje, ontem foi imaginação.

O pensamento constata e avalia.

A imaginação cria.

Um gênio sem imaginação é no máximo um conhecedor de algumas coisas.

E os mitos falam com a imaginação!

Gênesis 1:26 (tradução alternativa do rabino Nachman de Bratislava): “Vamos fazer o homem com imaginação”.


Vídeo: O que é mito?