Mitos cosmogônicos e os mitos de origem

Os mitos cosmogônicos falam da origem do universo e os mitos de origem contam como o mundo foi modificado.

O mítico da criação, do que foi criado e das criaturas.

Mitos cosmogônicos e os mitos de origem

Mitos cosmogônicos e os mitos de origem


Os mitos cosmogônicos relatam a origem do universo e também de qualquer outra coisa que se dá a partir da criação do universo.

Os mitos cosmogônicos são a base que sustenta todos os demais mitos.

Assim, os mitos de origem de todas as outras coisas são extensões do mito cosmogônico, por isso, os mitos cosmogônicos, geralmente, servem como modelos para os demais mitos de origem.

Desta forma, os demais mitos de origem podem ser reatualizações ou complementos do mito cosmogônico.

Tal ideia é de fácil compreensão ao vermos que a criação do ser humano ou qualquer saga mítica se passa num universo que foi criado.

O mito cosmogônico é a história da criação e a partir dela surgem as histórias do que foi criado e das criaturas.

Sendo assim os mitos cosmogônicos contam como o mundo foi criado e os demais mitos de origem contam como o mundo foi modificado.

Estes mitos representam a atitude criadora suprema.

O Cosmos é uma obra divina, portanto, sagrada.

Desta forma, o que hoje é visto como mitologia foi em tempo passado religião.

O mito cosmogônico era a expressão da divindade ou das divindades supremas.

Os mitos cosmogônicos tratam da criação, por isso, reviver tais mitos e também os mitos de origem permitem à psique humana um retorno à origem de tudo e atuam como uma possibilidade de renascimento.

A celebração da passagem do ano e a comemoração de aniversários são situações em que se é possível vislumbrar a energia que envolve tais mitos.

Reatualizar estes mitos propicia novas energias, reaviva esperanças, gera fertilidade e repara caminhos de vida.

Mitos cosmogônicos e mitos de origem

Paulo Rogério da Motta