Mito grego da criação do mundo


O mito grego da criação do mundo mostra que no princípio era o nada.

Havia somente o Caos e a partir dele surgiram a criação, os deuses e o tudo.

O mito grego da criação do mundo

Mito grego da criação do mundo


No princípio era o nada.

O nada era o Caos.

O que havia era a personificação da vida primordial.

Era o momento antes da criação e não havia forma.

Tudo era nada.

Nada havia porque não havia tempo nem ordem nem criação e ainda nada havia sido imposto.

Esse nada primordial se chamava Caos.

Então uma força poderosa e misteriosa impôs ordem aos elementos e Caos gerou Érebo e Nix

Érebo é filho de Caos e é a personificação das trevas.

Érebo é irmão de Nix e com ela se casa.

Nix pode também ser chamada de Noite e a filha do Caos é a personificação das trevas que sucedem o Dia.

Da união de Érebo e Nix nasceram Hemera e Éter.

Hemera é a personificação do dia e pode também ser chama da de Dia.

Hemera é a luz do dia.

Éter é a personificação do céu superior e ali a luz é a mais pura que há.

Começou assim a haver ordem.

Foi juntado material e foi moldada a terra que foi então pendurada no vazio.

Foi feita uma abóboda celeste para ser colocada sobre a terra e ela foi preenchida de ar e luz e com isso verdes planícies se formaram sobre a extensão da terra, rochosas montanhas se ergueram e vales passaram a existir.

A água passou então a rodear a terra e formaram os oceanos.

A água obedecendo a ordem divina formou então lagos e rios.

Antes era o nada e assim passou a existir a criação.

O mundo tem existência e agora precisaria ser ocupado.

Deuses ocupariam a criação.

Além dos deuses o céu seria ocupado por astros, o mar por peixes, o ar por pássaros e a terra por animais.

Mas para tudo acontecer seria preciso que existisse uma força criadora e assim nasceu Gaia que pode também ser chamada de Géia e Gé.

Caos gera também Eros, o amor.

O mito grego da criação do mundo

Gaia é a Mãe-Terra e a Grande Mãe bota o Ovo Primordial.

Do Ovo Primordial nasceu Urano para o céu, Ouréa para as montanhas e Pontos para o mar e outras partes do Cosmo.

Gaia é a Terra.

Urano é o Céu.

O mito grego da criação do mundo

Gaia e Urano então fizeram amor e assim nasceram as primeiras criaturas para habitar a criação.

Os primeiros habitantes foram os Ciclopes que eram gigantes com apenas um olho no meio da testa e os Hecatônquiros que possuíam cem mãos e cinquenta cabeças.

O mito grego da criação do mundo

Mas Urano não gostou do que foi criado e temia que os filhos usurpassem seu poder e assim os baniu para o Tártaro, o Mundo Subterrâneo.

Gaia e Urano então geraram novos seres que eram chamados de Titãs (deuses) e as Titânides (deusas).

Os seres gigantes e poderosos e os seus descendentes passariam a morar no monte Olimpo e governariam a Terra por muito tempo.

Assim tudo começou!

Paulo Rogério da Motta


A mitologia na Grécia antiga