A mulher e a luz da consciência no homem

A luz da consciência no homem permite que ele viva uma vida movido pela alma.

No mito de Eros e Psiquê vemos que a mulher pode iluminar o divino em alguém.

A mulher e a luz da consciência no homem

A mulher e a luz da consciência no homem


No mito, Psiquê ao usar a lâmpada, a luz da sua consciência, vê que seu marido não é o monstro descrito pelas suas irmãs e sim, um deus.

O mito completo você encontra neste artigo: O mito de Eros e Psiquê.

Esta é uma característica da mulher e também da anima de um homem: iluminar o que é divino em alguém.

Lembremo-nos que Eros não queria ser visto por Psiquê e assim são os homens em geral: têm medo do deus que há em si, têm medo da própria essência e escondem-na na escuridão da inconsciência.

A mulher e a luz da consciência no homem

A mulher tem a capacidade, se assim quiser e se permitir, de iluminar a divindade de um homem, porém nem todos os homens têm a capacidade de suportar a luz da consciência, pois é muito mais fácil viver como homem do que como deus.

A mulher e a luz da consciência no homemOs homens tremem diante de sua essência, pois uma vida mundana exige muito menos do que uma vida movida pela alma.

Mas uma mulher pode conseguir mudar isso!

Uma mulher pode ser o caminho de evolução para um homem ao iluminar o deus que há nele.

O homem, por si só, pode nem conseguir encontrar um significado para viver em família e a mulher pode lhe ensinar este significado.

Robert A. Johnson, em sua obra: She – A chave do entendimento da psicologia feminina, fala que o homem que chega a casa no final do dia depois de um dia de trabalho e conta para a sua mulher tudo o que lhe aconteceu em seu dia está pedindo para que ela dê um significado para os fatos para que ele sinta que sua aventura de viver tem significado.

A mulher pode exercer um papel grandioso; seja como namorada, mãe, esposa, irmã, etc.; ao edificar valores, sentimentos e sensibilidade no homem e isto pode ter consequências favoráveis à própria mulher, pois o homem movido por sua mente prática e objetiva ao invés de comprar um utensílio doméstico como presente de aniversário poderá preferir comprar flores movido por seu lado subjetivo e sensível.

A mulher pode exercer um papel fundamental para despertar a anima do homem e levá-lo a um novo nível de consciência.

O mito mostra que Psiquê descobriu um deus ao acender a lâmpada, ou seja, em sentido simbólico, a mulher pode descobrir a essência de um homem se o iluminar com a luz de sua consciência.

Paulo Rogério da Motta