Jung e a torre de Bollingen


Jung e a torre de Bollingen é o quarto artigo da série de seis artigos que contam a vida e obra de Carl Gustav Jung.

Bollingen, um símbolo da totalidade psíquica.

Jung e a torre de Bollingen

A vida e obra de Jung em seis artigos:


Parte 4

Jung e a torre de Bollingen

Período de 1916 a 1923


1916

O fim da relação com Freud trouxe um período difícil para Jung em que se viu perdido e mergulhado num estado confuso, porém, ao mesmo tempo, profundo.

Jung teve uma experiência pessoal com imaginação ativa e produziu “Sete sermões aos mortos”.

Ainda neste ano, Jung em uma preleção na criada Associação de Psicologia Analítica falou de duas camadas que constituem o inconsciente: uma camada é pessoal e configurada pelas experiências de vida, e a outra camada é impessoal e se trata de uma psique coletiva que é herdada por todo ser humano.


1917

Jung teve que prestar o serviço militar, período que, segundo Jung, foi obstáculo ao seu trabalho.


1918

Escreveu um ensaio que intitulou “Sobre o inconsciente” em que colocava o ser humano como alguém que vivia em e entre dois mundos: o mundo externo e o mundo interno.


1920

Jung viajou ao norte da África e no final de 1920 conheceu uma importante figura de sua vida: Richard Wilhelm (1873-1930), na casa do conde Hermann Keyserling, em Darmstadt, nos encontros chamados “Escola da Sabedoria”.


1921

Jung publicou sua obra “Tipos psicológicos” que abordava os conceitos de “introversão” e “extroversão”.

Tipos Psicológicos foi uma obra de grande importância e que trouxe ainda mais notoriedade a Jung.


1922

Jung comprou um terreno junto ao lago de Zurique em Bollingen, Saint Meinrad, perto de Raperswil, abadia de Saint Gall, (Cantão de São Galeno).


1923

Faleceu Emilie Preiswerk, sua mãe.

Também neste ano iniciou a construção da torre de Bollingen, perto do lago de Zurique.

Para Jung, a casa de Bollingen era um símbolo da totalidade psíquica e em suas palavras era “a representação em pedra dos mais íntimos pensamentos e dos conhecimentos que tinha adquirido”.

A construção da torre de Bollingen durou até 1955.


Vídeo: O período da torre de Bollingen


Veja também…

Vídeo: O Livro Vermelho de Jung

O reencontro da alma