Funções Racionais

O que significa Funções Racionais?

Dicionário Junguiano: Possibilitam que a relação entre sujeito e objeto seja articulada. São as funções Pensamento e Sentimento.

Funções Racionais – Dicionário Junguiano

Dicionário Junguiano

Funções Racionais


Os tipos psicológicos servem de ferramenta para o desenvolvimento psíquico e é algo que pode ser utilizado, ao se buscar um maior equilíbrio das atitudes e funções, a fim de propiciar à psique harmonia e riqueza de repertório psíquico.

Isto auxiliará o indivíduo na busca de si mesmo, na adaptação à vida e na tão desejada autorrealização.

Além da orientação da energia psíquica nas atitudes de extroversão e de introversão, Jung conceituou quatro funções da consciência:

  • Sentimento
  • Sensação
  • Pensamento
  • Intuição

Jung dividiu as quatro funções em dois grupos:

  • Funções Racionais
  • Funções Irracionais

Jung chama a função predominante de “função superior” e a oposta, a que é utilizada com menor frequência, de “função inferior”.

Assim, a função principal é a preferida do ego, mas esta função não consegue atender à totalidade buscada pelo self nem é uma ferramenta psíquica adequada a toda e qualquer situação.

Quanto mais se identifica com uma função, tanto mais investe-a com libido e tanto mais retira libido das outras funções. (Carl Gustav Jung; Tipos Psicológicos – § 502).

Mesmo havendo uma função que prevaleça há que se buscar certo equilíbrio com o desenvolvimento das demais funções psicológicas.

As quatro funções são de certo modo semelhantes aos quatro pontos da bússola; são igualmente arbitrárias e igualmente indispensáveis. Nada impede que alteremos os pontos cardeais em tantos graus quanto quisermos, numa direção ou noutra, ou que lhe demos nomes diferentes. (Carl Gustav Jung; Tipos Psicológicos – § 958).

O pensamento e o sentimento são funções racionais e formam um par oposto.

Funções Racionais – Dicionário Junguiano

Ou seja, se a função pensamento predominar ela será a função superior e, consequentemente, o sentimento será a função inferior.

Portanto, para que a função pensamento predomine, a contrapartida será a de que a função sentimento será relegada.

Pensamento e sentimento são considerados funções racionais porque sua utilização depende de julgamento, análise, avaliação e consideração sobre o objeto.

Assim, a função que é comumente mais utilizada será, consequentemente, a função mais consciente.

Para uma orientação completa, todas as quatro funções devem contribuir igualmente: o pensamento deve facilitar a compreensão e o julgamento, o sentimento deve dizer-nos como e em que medida uma coisa é ou não é importante para nós […]. (Carl Gustav Jung; Tipos Psicológicos – § 900).

As funções racionais possibilitam que a relação entre sujeito e objeto seja articulada, isto é, a relação é caracterizada pela avaliação que o sujeito faz do objeto.

Paulo Rogério da Motta