Donzela, Mãe e Anciã na psique feminina

Donzela, Mãe e Anciã são representações das faces da Deusa e são também aspectos da psique feminina.

A deusa tríplice é o movimento da vida.

Donzela, Mãe e Anciã na psique feminina

Trilogia de artigos: A Deusa Tríplice


Donzela, Mãe e Anciã na psique feminina


A Deusa Tríplice se refere às três faces visíveis da Lua e são associadas aos ciclos de vida da mulher:

Donzela, Mãe e Anciã na psique feminina

Lua crescente

Donzela/Virgem: representa a pureza e a busca pelo conhecimento.


Lua cheia

Mãe: representa o poder, proteção e carinho maternal.


Lua minguante

Anciã/Velha Sábia: representa a sabedoria, conhecimento e renovação.


Donzela, Mãe e Anciã correspondem às três fases da vida da mulher e cada mulher como representante  da  Deusa também traz consigo  a  força do sagrado feminino nas qualidades de criar, gerar e nutrir.

Nancy Qualls-Corbett, em sua obra: A prostituta sagrada: A face eterna do feminino, fala dos benefícios da mulher reconhecer a presença da deusa tríplice na psique feminina:

A mulher que conhece a deusa da lua torna-se consciente de suas próprias fases lunares. Ela se conscientiza dos ritmos cíclicos de seu corpo, e comporta-se de acordo com o fluxo e refluxo da energia e da disposição de ânimo que variam constantemente. […] Ela reconhece e admite sua própria natureza lunar.

Donzela, Mãe e Anciã fazem parte do ciclo de nascimento, vida e morte e representam as forças de criação, manutenção e destruição que constituem o ciclo da vida e da Natureza.

Este ciclo é presente em todas as vivências humanas e, especialmente, na psique da mulher.

Donzela, Mãe e Anciã na psique feminina

Nancy Qualls-Corbett, na mesma obra, comenta a influência da deusa tríplice na psique feminina:

Há períodos em que ela se reconhece reluzente, luminosa, que são períodos que abrigam novo crescimento. Na fase sombria, ela se torna consciente do seu lado obscuro e agourento, seu lado de bruxa, e é capaz de descarregar essa poderosa energia de maneiras não destrutivas. Ela compreende sua necessidade de períodos de extroversão e abertura, bem como de períodos de reclusão e introspecção.

Donzela, Mãe e Anciã representam os ciclos que são etapas necessárias para o crescimento, pois são momentos em que a mulher tem que tomar atitudes diferentes das que tomava, por exemplo, características da donzela morrerão para que surjam características da mulher madura.

E a maturidade que a mulher alcança não tem a haver com sua idade cronológica, pois há adolescentes que já demonstram atitudes de mulher madura enquanto que velhas senhoras ainda carregam atitudes juvenis.

Paulo Rogério da Motta