Cronos e a queda de Urano


Cronos é considerado o deus do tempo.

Destronou seu pai Urano e se tornou o soberano do mundo.

Mas para manter seu reinado devorou seus filhos.

Cronos e a queda de Urano

Cronos e a queda de Urano


Cronos nasceu da união de Urano e Gaia.

Urano era o deus supremo que reinava sobre toda a criação.

Da união de Urano e Gaia também nasceram estranhas criaturas: os Ciclopes, gigantes de um olho só e os Hecatônquiros que possuíam cem braços. (Ver: Os filhos de Gaia e Urano).

Urano ficou horrorizado com o nascimento destes filhos e os confinou no Tártaro.

O Tártaro fica nas profundezas da terra.

Gaia desgostava do destino de seus filhos que não podiam ver a luz do dia e pediu a ajuda de seu filho caçula para por fim a triste sina.

Gaia pediu para que Cronos colocasse fim na tirania de Urano, seu pai, e em troca ela lhe daria o governo do mundo.

Cronos aceitou ajudar sua mãe.

Gaia fabricou uma foice feita com aço e diamante tirados de seu seio e entregou ao seu astuto filho.

Mãe e filho articularam o plano para destronar o marido e pai.

Cronos esperou que Urano fosse descansar e quando o deus supremo adormeceu o filho castrou o pai com a foice dada por sua mãe.

Cronos e a queda de Urano

Cronos atirou os testículos do pai no mar e da ferida saia um sangue negro e deste sangue nasceram as Fúrias, Gigantes monstruosos e as Melíades.

Os testículos de Urano flutuaram no mar  e das espumas brancas das ondas do mar nasceu Afrodite.

Cronos se tornou o soberano do mundo e decidiu reinar sozinho não libertando seus irmãos das profundezas da terra..

Gaia furiosa profetizou ao filho: “Você também será derrubado por um de seus próprios filhos”.

Cronos desposou sua irmã Réia e com medo de ser destronado decidiu devorar todos os filhos que tivessem.

E assim nasceram e foram devorados os deuses: Héstia, Deméter, Hera, Hades e Posídon.

Réia, assim como acontecera com Gaia, não aceitava a situação.

Desesperada, Réia procurou Gaia para auxilia-la a dar fim à situação.

Cinco filhos haviam sido devorados pelo seu marido e pai e um sexto filho acabara de nascer.

Réia queria salvar o sexto filho a todo custo e a avó Gaia sugeriu que ela enganasse Cronos enrolando uma pedra numa coberta e que a entregasse no lugar do bebê.

Cronos e a queda de Urano

Réia assim fez e Cronos devorou a pedra pensando ser o filho caçula que nascera e assim o bebê sobreviveu.

O sexto filho de Cronos e Réia se chamava Zeus e ele seria aquele que viria a destronar o pai.

Tudo era somente questão de tempo.

Cronos e a queda de Urano

Paulo Rogério da Motta


Veja também…

Vídeo: O Tempo