A consciência no inconsciente


Existe consciência no inconsciente?

A consciência discrimina sujeito de objeto e considerar tal possibilidade faria do inconsciente um sujeito na psique.

A consciência no inconciente

A consciência no inconsciente


Existe uma consciência no inconsciente?

A resposta é sim.

Jung trata deste tema em sua obra “A natureza da psique” e coloca esta consciência como algo difuso e parcial, pois ela não possui a clareza do enfoque do ego.

Mas, ao passo que se considera a consciência no inconsciente há que também se considerar que o inconsciente é um sujeito e não apenas um objeto psíquico.

Estes conceitos tão abstratos confirmam o dinamismo psíquico e que qualquer teoria da psique é apenas um constructo teórico sem possibilidade de espelhar com plena veracidade a natureza da psique.

A consciência possibilita a discriminação entre sujeito e objeto e assim identifica-se como um sujeito que percebe todas as coisas com as quais tem de lidar do lado de fora do sujeito, isto é, com os objetos da sua percepção.

Porém, o mesmo acontece no mundo interno do indivíduo.

O sujeito percebe que existem conteúdos inconscientes em sua psique e estes conteúdos são objetos da sua própria subjetividade.

É possível ainda se ir mais longe nesta abstração ao se perguntar se esta psique que é observada pelo sujeito é, por sua vez também, um sujeito que ao olhar para o sujeito que a observa transforma este sujeito observado em um objeto?

A resposta é novamente sim.

Pois ao considerarmos a consciência no inconsciente temos que necessariamente considerar que há também um sujeito no inconsciente que atua de forma difusa e latente e fora do enfoque direto do ego.

O ego pode percebê-lo e considera-lo, sem, no entanto, vê-lo concretamente.

Sonhos, insights, sincronicidade e influências arquetípicas são meios pelos quais este sujeito inconsciente atua.

Ao se considerar a existência deste sujeito consciente retira-se do ego qualquer ideia de soberania psíquica, afinal, ao ser tratado também como objeto, o ego tem que se despojar de sua coroa ilusória e perceber que ele não é o único senhor no reino psíquico em que vive.

A consciência no inconsciente 1

Paulo Rogério da Motta


Uma poesia sobre os diversos “eus” que existem no universo interno de cada um

Euniverso – Vídeo Poesia